Páginas

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Ser um bom exemplo


Não sou exemplo para ninguém, pelo menos no que se refere a escolhas alimentares e estilo de vida (sedentarismo ao mais alto nível).
Apesar disso, e quem me acompanha sabe, há mudanças que estou a tentar fazer na minha vida. Emagrecer é o objetivo principal, mas é igualmente importante simplesmente habituar-me a ter um estilo de vida mais saudável. Não quero de forma alguma chegar ao peso que idealizei e simplesmente continuar com o que fazia antes destas mudanças, mas também me vejo completamente incapaz de abdicar de uma jantarada de amigos em que como o que me apetece.
Não, o que quero, é fazer disto que faço agora, o meu estilo de vida. Hábitos alimentares mais corretos, prática de desporto regular, maior bem estar em geral.
E sinto-me MUITO concretizada quando, através das experiências que descrevo  aqui no blogue e outras pessoalmente, levo pessoas a tentarem seguir os meus passos.
A verdade é que muita da minha motivação veio e vem da leitura que fiz, sobretudo de blogues. Começaram a criar este bichinho cá dentro. E é espetacular deixar de ser a aprendiz e passar a ser um bom exemplo que os outros querem seguir.
Aqui há tempos tive um almoço com um grupo de amigos e partilhei com uma das pessoas a experiência que andavam a ser as corridas. Passado algum tempo tive conhecimento de que essa pessoa (apesar de me ter dito que “nem pensar”, “eu não consigo”) foi correr. Perguntei-lhe: “então, agora andas dedicada às corridas?” e ela disse-me: “sim, e tu foste a minha inspiração!”. Ei lá… assim até me sinto importante. Conseguir fazer esta diferença na vida de uma pessoa dá-me uma satisfação enorme. Além de aumentar a responsabilidade… porque não gosto/quero deixar os meus ficar mal, tenho de manter ou melhorar o ritmo, e isto acaba por funcionar como numa relação, dou e recebo na mesma proporção! Podia ser melhor?

Sem comentários:

Enviar um comentário