Páginas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Dicas saudáveis #8 – Cânhamo



A consulta com a nutricionista trouxe algumas novidades e, entre elas, as sementes de cânhamo.

A maior parte dos ingredientes de que me falou já faziam parte das minhas prateleiras mas este nunca, sequer, tinha ouvido falar.

Aconselhou-me a comer as ditas cujas descascadas. E lá fui eu à aventura adquirir uma embalagem (atenção que também existem à venda com casca). 

A medo, porque recentemente tinha aprendido que maca era um ingrediente nada fácil de consumir, tive uma agradável surpresa. Não é que aquelas sementes não são nada más?

Antes ainda da as adquirir pesquisei sobre o assunto. Descobri que se trata de um superalimento mas também tive algumas surpresas:

1.ª surpresa: as sementes de cânhamo são as sementes da planta da marijuana! Say what??? Pois, parece que sim. Mas o consumo é completamente seguro que eu não ando cá a aconselhar ninguém a consumir “maria joana” às refeições.

2.ª surpresa: as sementes de cânhamo podem ajudar em inúmeros problemas – desde digestivos a insónias, depressão, ansiedade, dores musculares, dores de cabeça, hipotiroidismo, problemas de pele,... querem mais? Aqui vai:

Por ter um elevado nível de proteína (cerca de 25%) também é uma ajuda na recuperação muscular.

Auxiliam a perda de peso – só por causa disso apetece-me espetar com meio pacote pelo gargalo abaixo; reforçam o sistema imunitário e ainda regulam o colesterol e os níveis de açúcar no sangue.

As sementes de cânhamo são ricas em antioxidantes (termo moderno) e vitamina D (algo de que toda a gente fala ultimamente); têm uma proporção de ómega 3 e 6 ideal (ómega 3, ómega 3, quem não adora ómega 3?).

3.ª surpresa e a melhor de todas: o sabor. Tem um sabor semelhante ao da noz o que torna o seu consumo bastante facilitado – pelo menos para mim que adoro nozes. Não ser daquelas coisas que põe logo o estômago a saltar ou dá vontade de lamber a parede só para esquecer é bom mas ter um sabor agradável é bom demais.

Posto isto não sei do que estão à espera para fazer o investimento. A indicação que tenho é para adicionar uma colher de sopa ao iogurte ao lanche mas pode ser um acompanhamento em qualquer tipo de lanche, em saladas, em massas. 


150g de iogurte grego natural sem adição de açúcar com 1 colher de sopa de sementes de cânhamo descascadas e canela (porque a canela nunca é demais!)

Estas sementes podem ser cozinhadas mas as suas propriedades são maximizadas quando consumidas cruas.

Agora deixem-se de loucuras e não comecem a comer disto como se fossem pipocas quentinhas. A recomendação de consumo diário máximo é 2 a 3 colheres de sopa. Comam uma ou duas e andem felizes da vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário